quinta-feira, 31 de julho de 2014

Evangelho do dia

A parábola da seleção dos peixes- Mt 13,47-53

“O Reino dos Céus é ainda como uma rede lançada ao mar e que pegou peixes de todo tipo. Quando ficou cheia, os pescadores puxaram a rede para a praia, sentaram-se, recolheram os peixes bons em cestos e jogaram fora os que não prestavam. Assim acontecerá no fim do mundo: os anjos virão para separar os maus dos justos, e lançarão os maus na fornalha de fogo. Aí haverá choro e ranger de dentes.Compreendestes tudo isso?'Eles responderam: 'Sim.' Então Jesus acrescentou: 'Assim, pois, todo mestre da Lei, que se torna discípulo do Reino dos Céus, é como um pai de família que tira do seu tesouro coisas novas e velhas.' Quando Jesus terminou de contar essas parábolas,partiu dali.”

Seminaristas Erivan Junior e Wagner Antônio serão ordenados Diáconos

425728_270295846375661_599194032_n


Os Seminaristas Erivan Araújo da Silva Junior e Wagner Antônio Martins serão ordenados diáconos hoje quinta-feira, (31/06/2014), às 17h, no Santuários dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, bairro Nazaré, zona oeste de Natal. A celebração será presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha. Os diáconos transitórios são aqueles que recebem o primeiro grau da ordem em função de receberem o segundo: o presbiterado. Neste caso, apenas os homens solteiros e dispostos a viverem o celibato podem ser aceitos. Possuem a mesma dignidade e funções dos diáconos permanentes, mas se preparam para exercer uma futura função sacerdotal.

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Evangelho do dia

O grande valor do tesouro.- Mt 13,44-46
“O Reino dos Céus é como um tesouro escondido num campo. Alguém o encontra, deixa-o lá bem escondido e, cheio de alegria, vai vender todos os seus bens e compra aquele campo. O Reino dos Céus é também como um negociante que procura pérolas preciosas. Ao encontrar uma de grande valor, ele vai, vende todos os bens e compra aquela pérola.”

Capela de São José recebeu visitantes de Natal


No último domingo (27) a capela de São José recebeu a visita de sessenta pessoas de Natal que fazem a comunidade católica Discípulos da Mãe de Deus, eles visitaram também a Matriz de São Bento. ficaram encantados a capela de São José. na Santa Missa o Pe. Mário falou da construção da capela e seus significados, como também diz aos presentes que a pessoa que vem a primeira vez a capela de São José deve tocar o sino três vezes e fazer um pedido e depois agradeceu pela ilustre visita e desejou a todos que possam retornarem um dia.



terça-feira, 29 de julho de 2014

Evangelho do dia

Jesus na casa de Marta e Maria. - Jo 11,19-27 ou Lc 10,38-42

Muitos judeus tinham ido consolar Marta e Maria pela morte do irmão. Logo que Marta soube que Jesus tinha chegado, foi ao encontro dele. Maria ficou sentada, em casa. Marta, então, disse a Jesus: “Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido. Mesmo assim, eu sei que o que pedires a Deus, ele te concederá”. Jesus respondeu: “Teu irmão ressuscitará”. Marta disse: “Eu sei que ele vai ressuscitar, na ressurreição do último dia”. Jesus disse então: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que tenha morrido, viverá. E todo aquele que vive e crê em mim, não morrerá jamais. Crês nisto?” Ela respondeu: “Sim, Senhor, eu creio firmemente que tu és o Cristo, o Filho de Deus, aquele que deve vir ao mundo”.

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Santuário da Cidade da Esperança celebra a 9ª Festa de Santo Inácio de Loyola


santo ignacio

O Santuário de Nossa Senhora da Esperança e Santo Inácio de Loyola, localizado na Cidade da Esperança, Zona Oeste de Natal, celebra, pela 9ª vez, os festejos ao seu co-padroeiro. Este ano a festa tem um destaque especial: a primeira novena de Santo Inácio desde que a Igreja Matriz foi elevada a Santuário Arquidiocesano.

As festividades iniciaram dia 25 de julho e prosseguem até dia 03 de agosto com Novena seguida da Santa Missa, diariamente, sempre, às 19h, no Santuário. No domingo, dia 03 de agosto, a festa será encerrada com missa solene, às 19h, presidida pelo Pároco, Pe. Agostin Calatayud y Solon, sj.
Santo Inácio de Loyola com alguns companheiros, no século XVI, fundaram a Companhia de Jesus (ficando assim conhecido como jesuítas). A finalidade desta Ordem religiosa era fundamentalmente missionária. O Brasil recebeu o primeiro grupo de jesuítas, ainda em seu período colonial. Os primeiros missionários foram: o Pe. Manoel da Nóbrega, conhecido pregador em Portugal e o Pe. José de Anchieta, o Apóstolo do Brasil.
Dentre os jesuítas contemporâneos destacamos o Papa Francisco, que desde de 1958 pertence a Companhia fundada por Santo Inácio de Loyola.

Evangelho do dia


Parábolas do Reino. - Mt 13,31-35
Jesus apresentou-lhes outra parábola ainda: “O Reino dos Céus é como um grão de mostarda. Embora seja a menor de todas as sementes, quando cresce, fica maior que as outras hortaliças e torna-se um arbusto de modo que os pássaros vêm e fazem ninhos em seus ramos.'
Jesus contou-lhes ainda uma outra parábola:'O Reino dos Céus é como o fermento que uma mulher pega e mistura com três porções de farinha,até que tudo fique fermentado.'Tudo isso Jesus falava em parábolas às multidões. Nada lhes falava sem usar parábolas, para se cumprir o que foi dito pelo profeta: 'Abrirei a boca para falar em parábolas; vou proclamar coisas escondidas desde a criação do mundo'.

domingo, 27 de julho de 2014

Ordenação Sacerdotal dos Filhos de Santana

Dois diáconos, da Associação Filhos de Santana, foram ordenados sacerdotes dia 24, quinta-feira, às 17h, na Igreja Matriz de São Sebastião, no Alecrim, em Natal. A celebração foi presidida pelo Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha.  Foi ordenados os diáconos Josimar Batista de Mesquita Júnior e Ronaldo Gomes de Souza. O néo-sacerdote, Padre Josimar, presidirá a primeira missa, no dia 25, às 19h30, na Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo, em Extremoz. Depois, ele retornará para a Itália, onde reside, o Padre Ronaldo presidirá a primeira missa, no dia 2 de agosto, às 19 horas, na Comunidade Barra do Geraldo, no município de Passa e Fica. Ele será o responsável pela casa dos Filhos de Santana, situada no Av. Prudente de Morais, no Tirol, em Natal.






Evangelho do dia


Parábolas do Reino. - Mt 13,44-52

“O Reino dos Céus é como um tesouro escondido num campo. Alguém o encontra, deixa-o lá bem escondido e, cheio de alegria, vai vender todos os seus bens e compra aquele campo. O Reino dos Céus é também como um negociante que procura pérolas preciosas. Ao encontrar uma de grande valor, ele vai, vende todos os bens e compra aquela pérola. O Reino dos Céus é ainda como uma rede lançada ao mar e que pegou peixes de todo tipo. Quando ficou cheia, os pescadores puxaram a rede para a praia, sentaram-se, recolheram os peixes bons em cestos e jogaram fora os que não prestavam. Assim acontecerá no fim do mundo: os anjos virão para separar os maus dos justos, e lançarão os maus na fornalha de fogo. Aí haverá choro e ranger de dentes. Entendestes tudo isso?” – “Sim”, responderam eles. Então ele acrescentou: “Assim, pois, todo escriba que se torna discípulo do Reino dos Céus é como um pai de família, que tira do seu tesouro coisas novas e velhas”.

Coordenador de campanhas participa de encontro sobre CF 2015


O coordenador arquidiocesano de campanhas, o padre João Maria do Nascimento, participa de 10 a 13 de agosto, de um encontro na sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília, sobre a Campanha da Fraternidade 2015, que vai ter como tema “Fraternidade: Igreja e Sociedade”, com o lema “Eu vim para servir (Mt 10,45)”. O coordenador participa da reunião como representante do Regional NE II, da CNBB.


sábado, 26 de julho de 2014

Evangelho do dia

Olhos e ouvidos pra quê? - Mt 13,16-17

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: “Felizes são vossos olhos, porque veem, e vossos ouvidos, porque ouvem! Em verdade vos digo, muitos profetas e justos desejaram ver o que estais vendo, e não viram; desejaram ouvir o que estais ouvindo, e não ouviram.”

Papa almoça com trabalhadores do Vaticano em refeitório industrial

Da redação, com news.va

Papa Francisco junto aos trabalhadores, à mesa para um almoço / Foto: Rádio Vaticano
Operários e empregados da Cidade do Vaticano tiveram a oportunidade de almoçar com o Papa Francisco na manhã desta sexta-feira, 25, no refeitório da zona industrial. A visita foi uma surpresa ainda quando muitos empregados se preparavam para almoçar. Alguns já sentados à mesa, outros na fila como todos os dias diante dos balcões para serem servidos, viram entrar o inesperado hóspede, que chegou por volta das 12h10. Com admiração e surpresa de todos, também o Papa Francisco se pôs na fila com o tabuleiro na mão. Pediu “fusilli in bianco”, uma dose de pescada, verduras grelhadas e um pouco de batata frita. “Não tive a coragem de lhe apresentar a conta”, confidenciou emocionada Claudia Di Giacomo, que naquele momento estava de serviço na caixa. Imediatamente circundado pelos presentes, cujo número continuava a aumentar com o passar do tempo, o Papa Francisco apertou sorridente muitas mãos. Na mesa sentou-se ao lado de cinco armazenistas da Farmácia vaticana. “Descrevemos-lhe o nosso trabalho, como se realiza e quantos somos. E ele falou-nos das suas origens italianas”, explicou um dos trabalhadores. Os seus colegas acrescentaram imediatamente que falaram também de futebol – o Pontífice é um torcedor do San Lorenzo de Almagro, equipe que participa do campeonato argentino – mas também de economia. “De vez em quando houve quem se aproximou para o inevitável selfie. Máquinas fotográficas, telefones, tablets, tiraram fotos continuamente. O Papa minimamente incomodado continuou a sorrir e a comer, prosseguindo a conversa com os seus interlocutores”, relatou o serviço de informação vaticano.
No fim do almoço, por volta das 12h50, o Pontífice levantou-se da mesa e com alguns operários deixou que tirassem a clássica foto recordação num clima de grande familiaridade. Por fim, antes de se despedir, mais uma foto com o grupo do pessoal à saída do refeitório. Entrando no carro do seu ajudante de câmara, Sandro Mariotti, que o acompanhou, o Papa Francisco voltou para Santa Marta.
“A visita durou no total uns quarenta minutos. Um tempo breve, mas suficiente para conhecer outro ângulo do mundo vaticano e das pessoas que aí trabalham, depois de ter visitado, a 9 de agosto do ano passado, o centro industrial, encontrando carpinteiros, ferreiros, hidráulicos, electricistas e empregados de L’Osservatore Romano, cuja sede se encontra precisamente no minúsculo bairro industrial do Vaticano”, completa o site do Vaticano, news.va.

sexta-feira, 25 de julho de 2014

Evangelho do dia

O pedido da mãe de Tiago e João - Mt 20,20-28

A mãe dos filhos de Zebedeu, com seus filhos, aproximou-se de Jesus e prostrou-se para lhe fazer um pedido. “Que queres?” “Manda que estes meus dois filhos se sentem, no teu Reino, um à tua direita e outro à tua esquerda”. Jesus disse: “Não sabeis o que estais pedindo. Podeis beber o cálice que eu vou beber?” Eles responderam: “Podemos”. “Sim”, declarou Jesus, “do meu cálice bebereis, mas o sentar-se à minha direita e à minha esquerda não depende de mim. É para aqueles a quem meu Pai o preparou. Quando os outros dez discípulos ouviram isso,ficaram irritados contra os dois irmãos.
Jesus, porém, chamou-os, e disse:"Vós sabeis que os chefes das nações têm poder sobre elas e os grandes as oprimem.Entre vós não deverá ser assim.Quem quiser tornar-se grande, torne-se vosso servidor;quem quiser ser o primeiro, seja vosso servo.Pois o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a vida em resgate por muitos”.

3º Mutirão Estadual de Comunicação

Foto do 1º Muticom, realizado em Natal/RN, em 2010.

A coordenação da Pastoral da Comunicação da Arquidiocese de Natal e das Dioceses de Caicó e de Mossoró se reunirão dia 2 de agosto, das 9 às 12 horas, no Centro Pastoral Dom Wagner, na cidade de Caicó. A finalidade da reunião é dar continuidade ao planejamento do 3º Mutirão Estadual de Comunicação, previsto para ser realizado no período de 24 a 26 de abril de 2015, em Caicó. A reunião, no dia 2, contará com a presença do bispo da Diocese de Caicó, Dom Antônio Carlos Cruz. O 2º Mutirão Estadual de Comunicação foi realizado no ano de 2012, em Mossoró, e contou com a participação com cerca de 200 pessoas.
Ainda, no mês de agosto, de 29 a 31, coordenadores diocesanos e agentes paroquiais da Pascom, do Nordeste 2, participarão do 5º Mutirão Regional de Comunicação, que será realizado em Campina Grande (PB). De Arquidiocese de Natal, quase 40 pessoas já fizeram inscrição para participar do evento. Quem deseja participar e ainda não fez inscrição, deve procurar a coordenação arquidiocesana da Pascom, o mais breve possível. Os interessados podem obter mais informações através do telefone (84) 3615-2800 ou do e-mail pascom@arquidiocesedenatal.org.br.


Fonte: Arquidiocese de Natal

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Evangelho do dia


A linguagem das parábolas - Mt 13,10-17

Os discípulos aproximaram-se e disseram a Jesus: “Por que lhes falas em parábolas?” Ele respondeu: “Porque a vós foi dado conhecer os mistérios do Reino dos Céus, mas a eles não. Pois a quem tem será dado ainda mais, e terá em abundância; mas a quem não tem será tirado até o que tem. Por isto eu lhes falo em parábolas: porque olhando não enxergam e ouvindo não escutam, nem entendem. 
Deste modo se cumpre neles a profecia de Isaías:'Havereis de ouvir, sem nada entender.Havereis de olhar, sem nada ver.Porque o coração deste povo se tornou insensível. Eles ouviram com má vontade e fecharam seus olhos, para não ver com os olhos, nem ouvir com os ouvidos,nem compreender com o coração,de modo que se convertam e eu os cure'.Felizes são vossos olhos, porque veem, e vossos ouvidos, porque ouvem! Em verdade vos digo, muitos profetas e justos desejaram ver o que estais vendo, e não viram; desejaram ouvir o que estais ouvindo, e não ouviram”.

Setor Família da Arquidiocese de Natal disponibiliza subsídios para Semana Nacional da Família



A Comissão Episcopal para a Vida e a Família, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), prepara a Semana Nacional da Família, marcada para o período de 10 a 16 de agosto. Para viver a Semana, nas comunidades, a Comissão disponibilizou o subsídio ‘Hora da Família’, que contém roteiros de orações, cantos, o calendário da Comissão Nacional da Pastoral Familiar, contatos dos casais responsáveis pela pastoral nos regionais, instruções sobre associação de famílias e a organização da própria Comissão Vida e Família da CNBB. São sugeridos para os sete encontros temas como comunhão e fidelidade, a religiosidade e piedade, eucaristia dominical, família de Nazaré, desafios da espiritualidade e a família como lugar da espiritualidade cristã. O tema central da Semana, neste ano, é “A espiritualidade cristã na família: um casamento que dá certo” que propõe a prática espiritual do casal e em família. Na Arquidiocese de Natal, os subsídios já estão disponíveis, na sala da coordenação do Setor Família, situada no Centro Pastoral Pio X – subsolo da Catedral Metropolitana. 


Segundo o coordenador do Setor, Padre Valdir Cândido de Morais, na Arquidiocese de Natal, a abertura da Semana Nacional da Família acontecerá no dia 3 de agosto, das 7 ás 16 horas, com um encontro, na Catedral Metropolitana. Já, nas paróquias, a abertura acontecerá no final de semana de 9 e 10 de agosto.


Fonte: Arquidiocese de Natal

terça-feira, 22 de julho de 2014

Evangelho do dia

A quem procuras? - Jo 20,1-2.11-18

No primeiro dia da semana, quando ainda estava escuro, Maria Madalena foi ao túmulo e viu que a pedra tinha sido retirada do túmulo. Então ela saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava,e lhes disse: “Levaram o meu Senhor e não sei onde o colocaram”. Maria virou-se para trás e enxergou Jesus em pé, mas ela não sabia que era Jesus. Jesus perguntou-lhe: “Mulher, por que choras? Quem procuras?” Pensando que era o jardineiro, Maria disse: 
"Senhor, se foste tu que o levaste dize-me onde o colocaste, e eu o irei buscar". Então, Jesus falou: “Maria!” Ela voltou-se e exclamou, em hebraico: “Rabûni!” (que quer dizer: Mestre). Jesus disse: "Não me segures.Ainda não subi para junto do Pai. Mas vai dizer aos meus irmãos:subo para junto do meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus". Então, Maria Madalena foi anunciar aos discípulos: “Eu vi o Senhor”, e contou o que ele lhe tinha dito.

Agentes se preparam para Mês do Dízimo



Agentes da Pastoral do Dízimo, das paróquias do Vicariato Episcopal Urbano, participaram de encontro, no domingo, 20, das 8 às 12 horas, no Santuário dos Mártires, no bairro de Nazaré, em Natal. Segundo o coordenador arquidiocesano, Randenclécio Xavier, o encontro consta de um momento de reflexão sobre ‘Dízimo, fé e solidariedade’, assessorado pelo Padre João Maria de Oliveira, e uma adoração ao Santíssimo Sacramento, conduzida pelo Padre Humberto Luiz de Negreiros.

O encontro é uma preparação pra o Mês do Dízimo, que será vivenciado em setembro próximo, na Arquidiocese de Natal.


Fonte: Arquidiocese de Natal

domingo, 20 de julho de 2014

Evangelho do dia

A parábola do trigo e do joio. - Mt 13,24-43

Jesus apresentou-lhes outra parábola: “O Reino dos Céus é como alguém que semeou boa semente no seu campo. Enquanto todos dormiam, veio seu inimigo, semeou joio no meio do trigo e foi embora. Quando o trigo cresceu e as espigas começaram a se formar, apareceu também o joio. Os servos foram procurar o dono e lhe disseram: ‘Senhor, não semeaste boa semente no teu campo? Donde veio então o joio?’ O dono respondeu: ‘Foi algum inimigo que fez isso’. Os servos perguntaram ao dono: ‘Queres que vamos retirar o joio?’ ‘Não!’, disse ele. ‘Pode acontecer que, ao retirar o joio, arranqueis também o trigo. Deixai crescer um e outro até a colheita. No momento da colheita, direi aos que cortam o trigo: retirai primeiro o joio e amarrai-o em feixes para ser queimado! O trigo, porém, guardai-o no meu celeiro!’”. Jesus apresentou-lhes outra parábola ainda: “O Reino dos Céus é como um grão de mostarda que alguém pegou e semeou no seu campo. Embora seja a menor de todas as sementes, quando cresce, fica maior que as outras hortaliças e torna-se um arbusto, a tal ponto que os pássaros do céu vêm fazer ninhos em seus ramos”. E contou-lhes mais uma parábola: “O Reino dos Céus é como o fermento que uma mulher pegou e escondeu em três porções de farinha, até que tudo ficasse fermentado”. Jesus falava tudo isso em parábolas às multidões. Nada lhes falava sem usar de parábolas [...]. Então Jesus deixou as multidões e foi para casa. Seus discípulos aproximaram-se dele e disseram: “Explica-nos a parábola do joio!” Ele respondeu: “Aquele que semeia a boa semente é o Filho do Homem. O campo é o mundo. A boa semente são os que pertencem ao Reino. O joio são os que pertencem ao Maligno. O inimigo que semeou o joio é o diabo. A colheita é o fim dos tempos. Os que cortam o trigo são os anjos. Como o joio é retirado e queimado no fogo, assim também acontecerá no fim dos tempos: o Filho do Homem enviará seus anjos e eles retirarão do seu Reino toda causa de pecado e os que praticam o mal; depois, serão jogados na fornalha de fogo. Ali haverá choro e ranger de dentes. Então os justos brilharão como o sol no Reino de seu Pai. Quem tem ouvidos, ouça”.