segunda-feira, 30 de abril de 2012

Padre Jorge lançará CD


O Vigário Paroquial de Santa Rita de Cássia, Pe. Jorge Cardoso vai lançar seu primeiro CD na abertura da Festa de Santa Rita de Cássia, no dia 13 de maio. O projeto é um desejo antigo do padre que agora está sendo concretizado. O CD, com título “Roubaste meu Coração”, terá 12 faixas, todas com letra e melodia do Pe. Jorge Cardoso, que já compôs mais de 100 canções.

Segundo padre Jorge Cardoso o CD foi uma inspiração divina para ajudar também a Igreja de Santa Cruz. “Nós imaginamos algo para uma boa campanha no Paraíso, foi quando surgiu a idéia do CD, que reverteremos 50% dos recursos para a reforma da capela”, explicou.

Além de um projeto pessoal, o CD terá também um lado social para a Paróquia de Santa Rita de Cássia. O disco custará R$ 10,00 e sua renda será revertida para a compra de um carro adaptado ao padre, que teve paralisia infantil, e aplicado na reforma da Capela de São João Batista, no Paraíso.

A renda será dividida em partes iguais, 50% dos recursos serão destinados a compra do carro adaptado, e os outros 50% para a reforma da Capela do Paraíso, que foi iniciada no mês passado.

Além do CD, o padre comercializará camisetas, com 100% da renda revertida para a reforma da Capela de São João batista. As camisetas serão vendidas já no lançamento do trabalho e terá estampada a arte do CD na frente.


Fonte: paroquiadepassaefica.blogspot.com.br

Pe. Edilson deixará Nova Cruz



 Pe. Edilson Nobre, pároco de Nova Cruz, falou sobre novas nomeações e tranferência de padres na Arquidiocese de Natal, na reunião do Conselho Pastoral realizado no último sábado, dia 28 de abril. Na ocasião ele anunciou que sua permanência em Nova Cruz ficará impossibilitado. A decisão tomada foi para não prejudicar o desenvolvimento da paróquia. "Honestamente falando, com minha nova função na Arquidiocese de Natal, Vigário Geral, atualmente saio na segunda-feira e chego na sexta-feira, com isso a paróquia tem prejuízo, pois um padre sozinho não consegue dar assistência as pastorais, fazer visitas aos enfermos, atender os fieis”, disse padre Edilson.

Padre Edilson decidiu junto com os membros do Conselho que sua missa de despedida ficará marcado para dia 8 de julho deste ano. Antes ele viajará à Roma, onde acompanhará Dom Jaime para participar da solenidade de São Pedro e São Paulo, cuja ocasião Dom Jaime receberá das mãos do Papa Bento XVI, o Pálio, distintivo entregue a todos os arcebispo do mundo inteiro. A viajem será realizado no período de 25 de junho a 2 de julho.
Para padre Edilson Nova Cruz ficará em seu coração. "Nova Cruz é uma paróquia que está no meu coração", mesmo que sentimos a saída, mas quero o melhor para Nova Cruz, falou Pe. Edilson. Quando foi perguntado sobre qual padre virá para Nova Cruz, Pe. Edilson disse já que ele e o bispo já têm um nome pensado, mas ainda pode ser divulgado. E ainda completou: vou procurar um padre no perfil de Nova Cruz.

sábado, 28 de abril de 2012

Passa e Fica terá novo Vigário



O padre Iranildo Augusto atualmente está na paróquia de São Miguel Arcanjo
 em São Miguel do Gostoso, ele se despedirá de seus paroquianos no
dia1 de maio e será transferido para a paróquia de Nossa Senhora de Fátima.
 Dom Jaime Viera Rocha  empossará o no novo vigário na cidade de Passa e
 Fica no dia 8 de Maio as 19 horas. Convidamos a todos.

Coordenadora da Pastoral da Criança fará missão na Amazônia



A coordenadora da Pastoral da Criança, no Rio Grande do Norte, Marlúzia Pessoa, estará em missão, no estado do Amazonas, no período de primeiro a 16 de maio. Nos primeiros dias, Marlúzia ficará na Prelazia de Coari. Lá, ela terá encontro com o bispo, Dom Marcos Piatek, com o clero local e com líderes da Pastoral da Criança. Em Coari, ela dará formação, através de oficinas sobre como preparar uma reunião de reflexão e avaliação dos trabalhos da Pastoral; sobre missão e gestão; prestação de contas e de preenchimento das Folhas de Acompanhamento das Ações Básicas - FABS.

No dia 12, Marlúzia se reunirá com padres, líderes da Pastoral da Criança e conselheiros, no município de Manacapuru. Nesse município, estão alguns missionários, de outros estados, enviados pela Pastoral da Criança. No período de 13 a 16, a coordenadora do RN ficará em Manaus, onde trabalhará com capacitadores da Pastoral da Criança no tema “missão e gestão”.
Marlúzia faz parte da equipe nacional de formadores, da Pastoral da Criança.


Arcebispo de Natal nomeia e transfere padres





O Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha (foto), nomeou o Padre José Lenilson de Morais, até então administrador paroquial de Nossa Senhora do Ó, de Nísia Floresta, para a função de vigário paroquial de Santana e São Joaquim, de São José de Mipibu. Padre Lenilson assumirá a nova função, dia 13 de maio, às 19 h, durante celebração eucarística, na Igreja Matriz de São José do Mipibu. Ele sucederá Padre Valtair Lira Lucas, que assumirá a Paróquia de São Camilo de Léllis, no bairro de Lagoa Nova, em Natal. A posse do Padre Valtair será dia 01 de maio, às 19 horas.

Para a função de administrador paroquial de Nísia Floresta o Arcebispo nomeou o Padre Fábio Pinheiro Bezerra. Ele já exercia a função de vigário paroquial de Nossa Senhora do Ó.

Fonte: Arquidiocese de Natal

Lagoa de Pedras realiza VIII Romaria Mariana




VIII Romaria Mariana da Paróquia São Francisco de Assis de Lagoa de Pedras e Serrinha, acontecerá próximo sábado, dia 28, com o tema:  Maria, Mãe Missionária. Começando com a Missa às 16:00hs. na Comunidade do Mandú e em seguida sairemos em caminhada com destino a Serrinha/RN. Na chegada, Haverá benção do Santíssimo Sacramento.

Desde já, convidamos toda a Paróquia da Imaculada Conceição de Nova Cruz para participar desse grande momento de fé e devoção.


Foto: Romaria realizada em 2011

Rio de Janeiro prepara ensaio para as catequeses durante a JMJ em 2013




“Sede firmes na prática da hospitalidade” (Rm 12, 13). Esse é lema que vai guiar o Simulado de Catequese em preparação para a Jornada Mundial da Juventude em 2013 que será realizado em 38 paróquias da Arquidiocese do Rio (uma por forania) no dia 19 de maio.

O simulado será promovido pelo Comitê Organizador Local (COL), sendo coordenado pelo Setor de Preparação Pastoral.

"Vamos trabalhar justamente a questão da acolhida da Jornada, da hospitalidade. Vamos falar um pouco também, dentro do tema, sobre o que é a Jornada Mundial da Juventude", disse um dos diretores do setor, padre Arnaldo Rodrigues.

Segundo o também diretor do Setor de Preparação Pastoral, padre Leandro Lenin, está em fase de finalização o processo de escolha das 38 paróquias. "Os jovens terão a oportunidade de participar de um evento que dará um pouco do gostinho do que será a Jornada e poderão ser inseridos nos vários campos de trabalho, para que naquele ambiente, onde, em torno de seis até dez Paróquias vão estar reunidas em uma única manhã, possam perceber como funciona a JMJ", explicou.

As atividades seguirão o mesmo padrão de catequese de uma Jornada. A programação está dividida assim: animação inicial; oração; abertura; palavra de boas vindas; pregação e espaço para perguntas. O encerramento será com a celebração eucarística. Simultaneamente acontecerão confissões.

O simulado, a princípio, acontecerá somente no Rio de Janeiro. "É possível que façamos ainda outro simulado ampliando ainda mais o número de Paróquias e estendendo isso às sub-sedes", disse padre Leandro.

Padre Arnaldo reforça o convite para que todos participem: "Todos são chamados a participar da catequese. Por mais que se diga que o protagonista da Jornada Mundial da Juventude ou de qualquer atividade da Jornada seja o jovem, também é a família, também são os membros da comunidade, da paróquia. Todas as pessoas serão chamadas a viver a experiência do que é o Simulado da Catequese, porque quando acontecerem as catequeses na JMJ será um movimento que vai envolver a todos, e não somente os jovens".

Do site oficial JMJ Rio 2013

terça-feira, 24 de abril de 2012

Mais de 4.000 cisternas para Semiárido Potiguar


Trabalho social da Igreja Católica em Nossa Terra

As famílias rurais das regiões do Seridó, Médio e Alto Oeste do Rio Grande do Norte, encravadas no eixo do Semiárido Potiguar, terão 4.132 cisternas até o final deste ano. Serão construídas com recursos de convênios firmados entre o Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos Comunitários (SEAPAC), o Governo do Estado, através da Secretaria de Estado do Trabalho, Habitação e da Assistência Social (SETHAS), e a Fundação Banco do Brasil.


O contrato firmado com a SETHAS prevê a construção de 2.800 cisternas. Através da Fundação Banco do Brasil serão construídas mais 1.332.
Os convênios são fruto de uma chamada pública realizada pelas instituições, das quais o SEAPAC participou e foi classificado. Os dois contratos somam valores em torno de sete milhões de reais. A construção das cisternas está dentro do Programa Um Milhão de Cisternas - P1MC.
Fonte: Jornal A Ordem

CNBB publicará mensagem oficial no final da Assembleia Geral





Mensagem Oficial será publicada no final da 50a. Assembleia Geral da CNBB

O Cardeal Raymundo Damasceno, arcebispo de Aparecida (SP) e presidente da CNBB, anunciou que a Conferência vai marcar sua atuação de orientadora dos cristãos católicos e das pessoas de boa vontade de todo o Brasil com uma Mensagem Especial sobre as eleições municipais deste ano que será lançada no final da 50a. Assembleia Geral dos bispos na próxima semana.

A Mensagem dos bispos está sendo preparada e colocada em discussão no plenário da Assembleia em várias sessões. Dom Joaquim Mol, bispo auxiliar de Belo Horizonte (MG), tem sido o responsável pela apresentação do texto para o debate e disse, em Entrevista Coletiva concedida esta semana, que o texto tem seu processo de redação adiantado e os bispos devem analisar detalhadamente e aprovar até o final do encontro que está sendo realizado em Aparecida.

É uma verdadeira tradição representada pela manifestação da CNBB por ocasião por ocasião de anos eleitorais, mas neste ano, o texto dos bispos deve trazer elementos novos e fundamentais para ajudar os eleitores no processo discernimento do voto livre consciente na escolha para os chefes dos executivos das cidades e suas câmaras legislativas.

A escolha do final da assembleia para a apresentação do documento respeita o fato de que que o processo de elaboração, discussão e aprovação está sendo realizado entre as sessões que discutem o tema central da 50a. reunião geral dos bispos da CNBB este ano que é a "A Palavra de Deus na vida e missão da Igreja". Além desse compromisso, os bispos tem uma vasta pauta sendo cumprida que inclui temas relevantes para a vida das comunidades e do Brasil.

Fonte: CNBB

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Miss@o.Com da Região Urbana acontecerá dia 29






Agentes da Pastoral da Comunicação da Região Pastoral Urbana, formada pelas
 paróquias de Natal e grande Natal, participarão do “Miss@o.Com”, dia 29 de abril,
das 8 às 12 horas, no Centro Pastoral Dom Heitor de Araújo Sales, na Cidade Alta.

O tema do encontro será “A Comunicação na vida e na missão da Igreja” e será
assessorado pelo Assistente Eclesiástico da Pascom, na Arquidiocese de Natal,
Padre Edilson Nobre.

ASA Potiguar defende convivência com a seca


                                  Cisterna de placas, em fase de construção, em uma das comunidades beneficiadas em 2011 Foto: Damião Santos

O Serviço de Apoio aos Projetos Alternativos Comunitários – SEAPAC e o Governo do Estado, através da SETHAS, firmaram convênio para a construção de 2.800 cisternas nas regiões do Seridó, Médio Oeste e Alto Oeste do Rio Grande do Norte, encavadas no eixo do Semiárido Potiguar. O trabalho de construção caberá ao SEAPAC, com acompanhamento da Articulação do Seminárido – ASA Potiguar, que já proporcionou a construção de mais de 30 mil cisternas no Nordeste.

Além desse convênio, o SEAPAC também está desenvolvendo parceria com a Fundação Banco do Brasil, visando a construção de 1.332 cisternas, também no Semiárido. As duas parcerias serão executadas até o final do ano. Quando concluídas, terão sido construídas mais de 4.000 cisternas na zona rural das três regiões (Seridó, Médio Oeste e Alto Oeste).

Enquanto o Poder Público trabalha com a visão de “Combate à Seca”, a ASA Potiguar trabalha com a perspectiva de “Convivência com a Seca”. “As políticas públicas deveriam trabalhar com esta perspectiva, porque não temos como combater o fenômeno natural da seca, no semiárido. Temos, sim, como conviver com ela”, afirma José Procópio de Lucena, coordenador da ASA Potiguar.

A construção de cisternas é uma das ações que visam esta convivência. Há outras linhas de trabalho, com suscitar o associativismo, o cooperativismo, a consciência ecológica, entre outras. A mão de obra utilizada na construção das cisternas é da própria comunidade. “É feita a capacitação da mão de obra de pessoas das comunidades, a compra de material é feita na região em que o projeto é desenvolvido e isso faz com que os recursos do projeto passem a circular na própria região, favorecendo também o comércio local”, comenta José Procópio de Lucena.


Dia 19 de Abril foi dia do índio


História do Dia do Índio
Comemoramos todos os anos, no dia 19 de Abril, o Dia do Índio. Esta data comemorativa foi criada em 1943 pelo presidente Getúlio Vargas, através do decreto lei número 5.540. Mas porque foi escolhido o 19 de abril?
Origem da data
Para entendermos a data, devemos voltar para 1940. Neste ano, foi realizado no México, o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. Além de contar com a participação de diversas autoridades governamentais dos países da América, vários líderes indígenas deste contimente foram convidados para participarem das reuniões e decisões. Porém, os índios não compareceram nos primeiros dias do evento, pois estavam preocupados e temerosos. Este comportamento era compreensível, pois os índios há séculos estavam sendo perseguidos, agredidos e dizimados pelos “homens brancos”.
No entanto, após algumas reuniões e reflexões, diversos líderes indígenas resolveram participar, após entenderem a importância daquele momento histórico. Esta participação ocorreu no dia 19 de abril, que depois foi escolhido, no continente americano, como o Dia do Índio.
Comemorações e importância da data

Neste dia do ano ocorrem vários eventos dedicados à valorização da cultura indígena. Nas escolas, os alunos costumam fazer pesquisas sobre a cultura indígena, os museus fazem exposições e os minicípios organizam festas comemorativas. Deve ser também um dia de reflexão sobre a importância da preservação dos povos indígenas, da manutenção de suas terras e respeito às suas manifestações culturais.
Devemos lembrar também, que os índios já habitavam nosso país quando os portugueses aqui chegaram em 1500. Desde esta data, o que vimos foi o desrespeito e a diminuição das populações indígenas. Este processo ainda ocorre, pois com a mineração e a exploração dos recursos naturais, muitos povos indígenas estão perdendo suas terras.


Administrador da Paróquia de São Bento Abade visita Santuário de Nossa Senhora das Graças na cidade de Florânea/RN

Nesta quinta-feira (19), o Pároco, Mário Gomes de França, da paróquia de São Bento Abade da cidade de Serra de São Bento, visitou ao lado deste blogueiro e das ministras extraordinária da Eucaristia, Dona Marinhinha e Tânia Bezerra, o belíssimo santuário de Nossa Senhora das Graças na cidade de Florânea/RN. Padre Mário e equipe foi recebido pelo Padre Carlos Eduardo Lira administrador paroquial da paróquia de São Sebastião de Florânea/RN que abrange o município de Tenente Laurentino Cruz/RN localizado na serra de Santana. o objetivo foi conhecer a experiencia religiosa vivida no Oeste do estado, a equipe também visitou o Santuário de Santa Rita. Agradecemos ao blogueiro Erinilson Cunha que nos acompanhou e registrou tudo em fotografias.  
Fotos: Erinilson Cunha
Santuário de Nossa Senhora das Graças
Altar de Nossa Senhora das Graças
Dona Marinhinha, Padre Mário, Tânia Bezerra
Gruta de Nossa Senhora de Lourdes
Vista da linda cidade de Florânea/RN
Matriz de São Sebastião  Florânea/RN
Caravana com o Padre Carlos Eduardo
Matriz da cidade de São Vicente/RN
Altar da matriz de São Vicente/RN
Santuário de Santa Rita em Santa Cruz/RN

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Dom Petrini reintera posição da CNBB sobre aborto de fetos anencéfalos



A decisão do Superior Tribunal Federal (STF) sobre a legalização do aborto de
fetos com anencefalia fez parte das discussões da primeira coletiva de Imprensa
da 50ª Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB),
nesta quarta-feira, 18. O bispo de Camaçari (BA) e presidente da Comissão
Episcopal para Vida e
Família da CNBB, dom João Carlos Petrini, reiterou a posição da Igreja Católica
a favor da vida. “Mesmo após da decisão do STF, a Igreja continua
com o seu trabalho de conscientização e defesa dos princípios morais e éticos”,
acrescentou o bispo. Dom Petrini afirmou que ao defender o direito à vida dos
anencéfalos, a Igreja se fundamenta numa visão antropológica do ser humano,
baseando-se em argumencitos teológicos éticos, científicos e jurídicos.
O bispo de Camaçari também mencionou que o STF decidiu pela
legalização do aborto de fetos com anencefalia, erroneamente diagnosticados
como mortos cerebrais. “Considerar este feto como ‘não pessoa’ é o mesmo
que destituí-lo do direito fundamental à vida e descartar um ser humano frágil e
indefeso”, acrescentou.O bispo ressaltou que a gestação de uma criança com
anencefalia é um drama para a família, especialmente para a mãe, porém a
mulher que decidir levar adiante a gestação necessita de assistência de órgãos
de saúde. “Precisamos questionar se os profissionais de saúde que se recusarem
a fazer o aborto serão respeitados em sua liberdade de consciência. O STF não
pensou nas demandas que essa decisão pode acarretar”, concluiu.


quarta-feira, 18 de abril de 2012

Paróquia de São Camilo terá novo pároco


Pe. Valtair, novo pároco de São Camilo
Foto: José Bezerra

Padre Valtair Lira Lucas (foto acima) foi nomeado, pelo Arcebispo, Dom Jaime Vieira Rocha, pároco da Paróquia de São Camilo de Léllis, no bairro de Lagoa Nova, Natal. Dom Jaime fez a nomeação na última segunda-feira, antes de viajar a Aparecida (SP), para participar da 50a Assembleia Geral dos Bispos do Brasil. A posse do Padre Valtair, na Paróquia de São Camilo será dia primeiro de maio.

Ele sucederá Padre Normando Pignataro Delgado, falecido dia primeiro de fevereiro. Padre Valtair é chanceler da Arquidiocese de Natal e, até agora, também exercia a função de vigário paroquial de Santana e São Joaquim, de São José de Mipibu. Ele tem 43 anos de idade e foi ordenado sacerdote em 28 de outubro de 1999.

Fonte: Arquidiocese de Natal

terça-feira, 17 de abril de 2012

"A vida não é feita para você matar, mas para amar", diz Dom Aviz


Arquivo / TV CN
'Nós não podemos ceder a esse tipo de desvio que levaria a contrastar realmente com o sentimento mais puro de uma mãe', disse o cardeal Braz de Aviz
Após a aprovação, pelo Supremo Tribunal Federal, da descriminalização do aborto de bebês anencéfalos, as manifestações a favor da vida continuam. O arcebispo emérito de Brasília e atual prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica, Cardeal João Braz de Aviz, fez um comentário sobre as mães dos bebês anencéfalos.

O cardeal destacou que o sentimento de uma mãe pelo seu filho é único. Ele mencionou a dor que a mãe sente ao saber que seu filho vai viver pouco (mas que vai viver um tempo), mas ressaltou que pode ser ainda maior a dor da mãe por não ter permitido que seu filho se desenvolvesse o quanto poderia.

“O amor que existe no coração de uma mãe é algo muito grande. Nós que confessamos mães que abortam, pais que abortam, sabemos que a situação depois do aborto é pior do que a anterior, porque a vida não é feita para você matar, a vida é feita para você amar”, disse o cardeal.

De acordo com Dom Aviz, embora esse amor materno seja tão grande, a sociedade se acostumou, em algumas classes e situações, a não querer se submeter a sacrifícios maiores que o amor exige.

“Neste sentido, a eliminação parece mais fácil. Eu acho que nós não podemos ceder a esse tipo de desvio que levaria a contrastar realmente com o sentimento mais puro de uma mãe”, enfatizou. 

Túnica – que se acredita tenha sido usada por Jesus no dia de sua crucificação – foi exposta ao público.

 
Em mensagem escrita pela ocasião da vigésima “Peregrinação da Túnica Sagrada de Tréveris”, o Papa Bento XVI ressaltou a necessidade da Igreja não negociar sua integridade. A mensagem foi lida na noite desta sexta-feira, 13, pelo prefeito da Congregação para os Bispos e enviado pontifício para as celebrações da Túnica Sagrada, Cardeal Marc Ouellet. 

 “A Igreja precisa ter uma constante disposição à conversão e à humildade para ser discípula do Senhor com amor e com verdade”, mas “ao mesmo tempo, a dignidade e a integridade específicas da Igreja não podem ser negociadas ou abandonadas a juízos sumários da opinião pública”.

A peregrinação jubilar tem como lema a invocação do Senhor: “Reconduz à unidade aquilo que foi dividido”, e a invocação do Papa em sua carta é: “Não queremos permanecer isolados; queremos pedir ao Senhor que nos guie no caminho comum da fé e reavive novamente seu conteúdo. Assim, poderemos crescer juntos como cristãos na fé, na oração e no testemunho, em meio às provações destes nossos tempos”.

Durante a missa de abertura deste mês de procissão em Tréveris, que se encerra em 13 de maio, o pano vermelho que cobria o relicário foi retirado, sob o repicar dos sinos da catedral. Foi a primeira vez, em 16 anos, que a Túnica – que se acredita tenha sido usada por Jesus no dia de sua crucificação – foi exposta ao público.

Milhares de pessoas participaram da cerimônia do início da vigésima “Peregrinação da Túnica Sagrada de Tréveris”, no 500º aniversário da primeira exposição do Manto Sagrado de Jesus na diocese mais antiga da Alemanha, em 1512.

Parabéns ao Papa Bento XVI


A Igreja no mundo inteiro tem três intenções de oração especiais nos próximos dias. Nesta segunda-feira, 16/04, Bento XVI celebra 85 anos de vida. No dia 19/04, quinta-feira, é o sétimo aniversário de sua eleição para sucessor do Apóstolo Pedro, e o início do pontificado em 24/04, terça-feira.

Em seu editorial semanal, o diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, da Rádio Vaticano e do Centro Televisivo Vaticano, Padre Federico Lombardi, recordou a expectativa que existia na Igreja há sete anos, quando o cardeal Ratzinger foi eleito papa: “um teólogo que por tanto tempo dirigiu um dicastério tão doutrinal saberia assumir uma tarefa tão diferente: o governo pastoral da Igreja universal”.

“Nestes sete anos, vimos 23 viagens internacionais a 23 países, e 26 viagens na Itália; assistimos 4 Sínodos dos Bispos e 3 Jornadas Mundiais da Juventude; lemos três Encíclicas, inúmeros discursos e atos magisteriais; participamos de um Ano Paulino e de um Ano Sacerdotal. Por fim, vimos o Papa enfrentar com coragem, humildade e determinação – ou seja, com límpido espírito evangélico – situações difíceis como a crise consequente aos abusos sexuais”, avalia Lombardi.

Ele recorda também a produção intelectual do cardeal Ratzinger, com as obras “Jesus de Nazaré” e o livro-entrevista “Luz do mundo”. “Da coerência e da constância de seus ensinamentos, aprendemos sobretudo que a prioridade de seu serviço à Igreja e à humanidade é orientar nossas vidas a Deus”, afirma padre Lombardi, que recorda os próximos eventos importantes da agenda do papa: o Encontro Mundial das Famílias, a visita ao Oriente Médio, o próximo Sínodo da Nova Evangelização e o Ano da Fé.

O porta-voz da Santa Sé também destacou o tom do discurso do papa em seu pontificado, contrário ao relativismo e à indiferença religiosa. “A fé e a razão se ajudam mutuamente na busca da verdade e respondem às expectativas e dúvidas de cada um de nós e de toda a humanidade; que a indiferença a Deus e o relativismo são riscos gravíssimos de nossos tempos. Somos imensamente gratos por tudo isso”.

Na oração do Regina Caeli deste Segundo Domingo da Páscoa, Bento XVI pediu aos fiéis que rezem por ele, para que o Senhor lhe dê as forças necessárias para cumprir a missão. O irmão do papa, Monsenhor George Ratzinger, que vive na Alemanha, está no Vaticano para acompanhar as celebrações destes dias.
Site colaborador: CNBB. postado por Blog vocacionalbarnabita

Arcebispo de Natal participará da Assembleia Geral da CNBB



Dom Jaime viaja na terça-feira, dia 17, a Aparecida, onde ficará até o dia 26

O Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, participará da 50ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, no período de 18 a 26 de abril, em Aparecida (SP). O tema central do encontro será: “A Palavra de Deus na vida e missão da Igreja”. Vários assuntos estarão em pauta, entre eles: comemoração dos 50 anos do Concílio Vaticano II; os 20 anos da promulgação do novo Catecismo da Igreja Católica; a 27ª Jornada Mundial da Juventude, que acontecerá no Rio de Janeiro, em 2013.

A Assembleia Geral acontece, anualmente, desde 1962, quando bispos de todo o Brasil se reúnem para discutir assuntos pastorais de ordem espiritual e temporal, e, ainda, problemas emergentes para a vida das pessoas e da sociedade, na perspectiva da evangelização. Cerca de 60 bispos participaram da primeira Assembleia. Neste ano, mais de 300 devem participar.

Atualmente, a Conferência Episcopal Brasileira, considerada a maior do mundo, conta com o total de 456 bispos, sendo 297 em atividade e 159 eméritos.

As TVs católicas, assim como o site da CNBB: www.cnbb.org.br divulgarão informações diárias, da 50a Assembleia.

Fonte: Arquidiocese de Natal

domingo, 15 de abril de 2012

Nem tudo o que é lei é ético, moral e justo", destaca Cardeal



Em sentido horário, Dom Benedito Beni dos Santos,
Dom Raymundo Damasceno Assis,
Dom Carmo João Rhoden e Dom Antônio Carlos Altieri
Montagem sobre fotos / TV CN


"Nem tudo o que é lei é ético, moral e justo", afirmou o arcebispo de Aparecida (SP), Cardeal Raymundo Damasceno de Assis, nesta quinta-feira, 12. Dia em que o Supremo Tribunal Federal decidiu não ser crime o aborto de bebês anencéfalos.

O cardeal recordou que há algumas décadas o racismo era legalizado em alguns países. A pessoa que discriminasse um negro não era punida pela lei, mas nem por isso a discriminação era justa.


Da mesma forma, o fato de alguém não ser penalizado pela prática do aborto de um bebê anencéfalo "não exime sua responsabilidade e dever de seguir sua consciência moral guiada pela reta razão", enfatizou Dom Damasceno.

Ele recordou que o direito à vida é um direito fundamentado e apoiado na natureza do homem, portanto, independe de religião, é fundado na essência do homem. "O primeiro direito é o direito à vida, descrito na Constituição Federal de 1988 quando diz que o direito à vida é inviolável", afirmou o cardeal, que destacou as palavras do ministro Ricardo Lewandowski, ao dizer que quando "a lei é clara não há espaço para a interpretação".

Para o bispo de Taubaté, Dom Carmo João Rhoden, a pessoa que "nega o primeiro princípio - o direito à vida - não tem como defender os outros".

Pressão social

Na opinião de Dom Carmo, atrás dessa decisão do STF existem forças internacionais, uma pressão da mentalidade atual "hegemônica, materializante e hedonista", onde até a vida animal tem sido cada vez mais valorizada e o ser humano, ao contrário, tem sido rebaixado.

O bispo de Caraguatabuba (SP), Dom Antônio Carlos Altieri, também comentou sobre a existência de uma pressão social, inclusive da mídia, no julgamento de decisões como essas, e que afetam até a própria consciência.

"A mídia faz toda uma propaganda e cria uma pressão tal que leva o leigo em geral a conceder à maioria. 'Todo mundo está fazendo agora pode, a lei aprovou'. Como se a legalidade autorizasse moralmente a situação", disse.

Distorção

Segundo o bispo de Lorena (SP), Dom Benedito Beni dos Santos, se fala em uma interpretação da lei, mas ao invés disso, há uma distorção das leis. "A pretexto de interpretar a Constituição se distorce a Constituição, e ainda mais, existe uma distinção entre os três poderes, e cada um precisa respeitar a autonomia do outro. Parece-me que o STF está assumindo, até com certa frequência, a tarefa de legislar, o que não lhe compete".

Outro aspecto ressaltado por Dom Beni é que muitas pessoas consideram que defender a vida e ser contra o aborto é uma questão religiosa. O bispo defende o contrário.

"Antes de tudo é uma questão de lei natural, a lei escrita por Deus em nossos corações, na razão humana. E depois alguns afirmam que a posição da Igreja é antes científica. Mas não nos esqueçamos que a doutrina da Igreja sobre o aborto e outras questões relativas a vida, está baseada na ciência. Inclusive a Santa Sé possui a Pontifícia Academia pela Vida composta por dezenas de cientistas de renome", explicou.


Fonte: noticias.cancaonova.com